Skip to main content

Bobble para beber água em qualquer lugar

Tem sede? E só tem água de torneira e ainda com forte gosto de cloro? Para solucionar este problema existe no mercado uma garrafa que vem com filtro.

A Bobble, a garrafa que tem revolucionado os hábitos de consumo de água por todo o mundo, chegou ao nosso país. Feita a partir de plástico reciclável, livre de PVC, BPA e fitalatos, esta garrafa filtra a água à medida que a bebemos  graças ao filtro de carbono incorporado que retira o cloro da água da  torneira para redução de sabor e odor. Cada filtro pode ser utilizado 300 vezes – o equivalente a cerca de 150 litros de água. Poupa-se na carteira e o ambiente agradece.

Desenhada  pelo designer Karim Rashid, a Bobble foi criada nos EUA em 2010 pela Move Collective. Dois anos depois do seu lançamento, tornou-se um sucesso de vendas, com mais de mil milhões de garrafas distribuídas em mais de 30 países.

A  Bobble está disponível em três tamanhos (385ml, 550ml e 1 litro) e os filtros  existem em diversas cores.

Quer conhecer mais? Entre no site www.waterbobble.com ou compre pelo site www.spicy.com.br

Você pode gostar de ler também...

Obesidade infantil

Nos últimos anos, numerosos estudos têm sido realizados para descobrir as verdadeiras causas da obesidade infantil. As crianças em geral ganham peso com facilidade devido a fatores tais como: hábitos alimentares errados, fatores genéticos, estilo de vida sedentário, distúrbios psicológicos, problemas na convivência familiar, entre outros.
Algumas pesquisas já revelaram que se um dos pais é obeso, o filho tem 50% de chances de se tornar gordinho, e se os dois pais estão acima do peso, o risco aumenta para quase 100%. A criança que tem pais obesos corre o risco de se tornar obesa também porque a obesidade pode ser adquirida geneticamente.
Cerca de 15% das crianças e 8% dos adolescentes sofrem de problemas de obesidade, e oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta.
As pessoas dizem que crianças obesas ingerem grande quantidade de comida. Esta afirmativa nem sempre é verdadeira, pois em geral as crianças obesas usam alimentos de alto valor calórico que não precisa ser em grande quantidade para causar o aumento de peso. Só para se ter uma idéia, quando a criança devora um pacote de bolacha na hora do lanche, está ingerindo o equivalente a uma refeição completa em calorias.
A preocupação não é com a estética. Muitas crianças com excesso de peso apresentam alterações nos níveis de colesterol, aumenta a chance de problemas ortopédicos, são descriminadas pelos companheiros e alvo de brincadeiras de mau gosto.
O controle da obesidade infantil começa em casa, com refeições balanceadas, estímulo à atividade física e mudança dos hábitos alimentares de toda a família.

Assista o documentário abaixo:

Você pode gostar de ler também...

Prato de Alimentação Saudável

O prato de alimentação saudável foi criado por especialistas em nutrição da Escola de Saúde Pública de Harvard. É um guia visual que oferece orientações para uma refeição saudável de forma simples e fácil de entender. Ele é baseado em evidências científicas e fornece aos consumidores as informações que precisam para fazer as melhores escolhas, influenciando a saúde e bem estar. As suas principais orientações são:

• Legumes : Coma uma grande variedade, quanto mais, melhor. É recomendado o consumo limitado de batatas porque esses contêm carboidratos que são rapidamente digeridos e tem o mesmo efeito que os grãos refinados e doces. Á curto prazo, estes picos de açúcar e de insulina no sangue geram fome e vontade de comer novamente e a longo prazo geram ganho de peso, diabetes tipo 2, doenças cardíacas e outras doenças crônicas.

• Frutas : Diariamente consuma frutas, variando nas cores.

• Cereais integrais: Escolha cereais integrais como aveia, pão integral e arroz integral. Grãos refinados, como pão branco e arroz branco, agem como o açúcar no corpo. Comer muitos grãos refinados pode aumentar o risco de doença cardíaca e diabetes tipo 2.

• Proteínas saudáveis: Escolha peixes, aves, feijão ou castanhas, que contêm nutrientes saudáveis. Limite carne vermelha e evite carnes processadas e embutidos. Mesmo comendo em pequenas quantidades, diariamente elas aumentam o risco de doenças cardíacas, diabetes tipo 2, câncer de cólon, e ganho de peso.

• Óleos saudáveis: Use o de oliva, canola e outros óleos vegetais na culinária e em saladas, uma vez que estas gorduras saudáveis reduzem o colesterol prejudicial e são boas para o coração. Limite o uso manteiga e evite a gordura trans.

• Água: Beba água á vontade e porções de chá ou café com nada ou pouco açúcar. Limite o uso de leite e laticínios (1-2 porções por dia) e suco (1 copo pequeno por dia) e evite bebidas açucaradas.

O prato de alimentação saudável também ressalta a importância das pessoas de serem mais ativas para um melhor controle de peso.

O objetivo do Prato de Alimentação Saudável é ilustrar uma maneira de montar uma refeição saudável, que se encaixe dentro das orientações da pirâmide de alimentação saudável e não está destinado a fixar certo número de calorias ou porções por dia, uma vez que estes números variam de pessoa para pessoa.

Você pode gostar de ler também...