Skip to main content

Cuscuz Marroquino, saiba mais!

O cuscuz é um prato muito usado na região magrebina – norte de África – que consiste em sêmola de cereais, principalmente o trigo.

A sêmola e semolina são resultantes da moagem dos grãos limpos e não germinados do trigo, sendo que a sêmola possui uma granulometria mais grossa (grão volumoso) em relação à semolina.

Usado como alternativa ao arroz, batatas ou massa, tendo uma boa quantidade de carboidratos e é repleta de nutrientes.

Devido ao baixo nível de sódio e por não conter colesterol, a sêmola é um alimento adequado para pessoas hipertensas e que tenham o colesterol elevado.

Pelo elevado teor de vitamina K, este alimento traz benefícios a pessoas com problemas de má coagulação do sangue.

É muito usada na alimentação vegetariana, já que é uma boa fonte de carboidratos, que dão energia.

Seu preparo é simples, pois basta hidrata-lo e misturar aos ingredientes de sua preferência.

Há várias marcas no mercado, separei algumas delas para que fique mais fácil de encontrar quando for comprar.

Você pode gostar de ler também...

O que você acha da qualidade dos sucos de caixinha?

“Beba sem moderação”; “é fruta de verdade”. Com frases desse tipo, os fabricantes de bebidas à base de frutas aliam seus produtos à ideia de que são saudáveis e, ao mesmo tempo práticos: é só abrir a caixinha e beber. A sugestão parece ter dado certo, pois a oferta desses alimentos não para de crescer.
Mas você já parou para pensar o quão verdadeiras são essas promessas? Para desvendar essa questão, o Idec testou em laboratório 31 amostras de néctares de sete marcas: Activia, Camp, Dafruta, Dell Vale, Fruthos, Maguary e Sufresh, em diferentes sabores. O objetivo era verificar se os produtos cumprem os principais requisitos de qualidade e de identidade previstos na Instrução Normativa (IN) n° 12/2003 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), analisando itens como o teor de fruta e a quantidade de açúcar, por exemplo.
Todas as amostras foram aprovadas na maioria dos quesitos técnicos, como acidez total. Porém, no que diz respeito à quantidade de fruta, 10 produtos (32%) foram reprovados: eles simplesmente não contêm o teor de polpa ou suco de fruta exigido por lei. Segundo a norma atualmente em vigor, o percentual mínimo de fruta varia de 20% a 40%, dependendo do sabor do néctar.

A Maguary teve o pior resultado: três dos cinco néctares da marca avaliados têm uma quantidade menor de fruta do que o esperado. As marcas Camp, Dafruta, Fruthos e Sufresh tiveram cada uma, dois sabores reprovados nesse quesito. Somente as bebidas da Activia e da Dell Vale foram aprovadas em todos os sabores.

O resultado do teste é grave, tanto pelo alto índice de descumprimento da legislação, quanto pelo fato de que muitos consumidores acham que néctar é a mesma coisa que suco. Na verdade, para ser chamada de “suco”, a bebida deve ser composta praticamente só de fruta (e de água, em alguns casos) e não pode conter substâncias “estranhas”; já o néctar, além de apresentar só uma parcela de fruta, ainda contém açúcar e aditivos químicos, como corantes e antioxidantes. “Essa confusão [entre néctar e suco] é reforçada pelo uso ostensivo de imagens de frutas nas embalagens dos néctares, passando a falsa impressão de que a bebida é natural”.
Outro detalhe importante é que um dos corantes contidos nas bebidas. A tartrazina, corante amarelo (INS 102), pode causar reações alérgicas, como asma brônquica, em pessoas alérgicas ao ácido acetil salicílico. De acordo com a Resolução RDC nº. 340, de 13/12/2002, “as empresas fabricantes de alimentos que contenham em sua composição o corante tartrazina (INS 102) devem obrigatoriamente declarar na rotulagem, na lista de ingredientes, o nome do corante tartrazina por extenso”.

Fontes: ANVISA e Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor – Idec.

Veja este vídeo:

Você pode gostar de ler também...

Frango recheado ao pesto

Aproveitei parte da receita da pescada ao forno e utilizei para fazer este peito de frango.

Que ficou muito bom!

INGREDIENTES

6 filés de peito de frango, temperado com alho, sal e limão.

1 xícara de manjericão

1 dente pequeno de alho

1 colher de azeite

1 colher de maionese

1 colher de chá mostarda Dijon

1/2 colher de café raiz forte

Farinha de mandioca flocada

Azeite para regar

Suco de 1 limão

Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Abra o filé de frango ao meio para que possa recheá-lo.

No processador coloque o manjericão, o dente de alho e uma pedra de gelo pequena (o gelo é para deixar o pesto bem verdinho), se precisar coloque um pouco de azeite para bater melhor.

Espalhe um pouco do pesto no meio dos filés e feche-os. Coloque em uma assadeira untada.

Misture em um pote a maionese, a mostarda, a raiz forte. Passe a mistura da maionese por cima. Polvilhe a farinha de mandioca sobre os filés, se desejar polvilhe um pouco de queijo ralado e regue com um fio de azeite. Leve ao forno 200 graus por 20 minutos.

Você pode gostar de ler também...

Salada de quinoa

INGREDIENTES

1 xícara de chá de semente de quinoa

1 cebola fatiada

2 pimentas Cambuci vermelha fatiada

1 cenoura pequena ralada

1 colher de sopa de semente de girassol

1 colher de uva passa

Azeite e sal

MODO DE PREPARO

Cozinhe a quinoa com 1 xícara de chá de água de 15 a 20 minutos, até que esteja macia. Reserve.

Refogue em um pouco de óleo a cebola e a pimenta Cambuci.

Misture o refogado à quinoa cozida, acrescente a cenoura. Tempere com sal e azeite.

Polvilhe a semente de girassol e a uva passa.

 

 

Você pode gostar de ler também...

Pescada ao forno

INGREDIENTES
6 filés de pescada
1 colher de maionese
1 colher de sobremesa de queijo ralado
1 colher de chá mostarda Dijon
1/2 colher de café raiz forte
Farinha de mandioca flocada
Azeite para regar
Suco de 1 limão
Sal a gosto
MODO DE PREPARO
Tempere o peixe com limão e sal, reserve.
Misture em um pote a maionese, a mostarda, a raiz forte, o queijo ralado.
Coloque os filés de pescada em uma assadeira untada, passe a mistura da maionese por cima. Polvilhe a farinha de mandioca sobre os filés, se desejar polvilhe um pouco de queijo ralado e regue com um fio de azeite. Leve ao forno 200 graus por 20 minutos.

Você pode gostar de ler também...

Torta Girassol de Espinafre



INGREDIENTES

para a massa

  • 500 gr de farinha de trigo
  • 100 ml de azeite extra-virgem
  • 200 ml de vinho branco  seco
  • 2 colheres de chá de sal

para o recheio

  • 350 gr de cozido espinafre
  • 350 gr de queijo ricota
  • 1 ovo
  • 100 gr de queijo ralado
  • sal
  • pimenta ou noz moscada

Fonte: http://www.panelaterapia.com

MODO DE PREPARO

Misturar todos os ingredientes para a massa e trabalhar a massa até se tornar uniforme.
Cubra-o com filme plástico enquanto prepara o recheio.
Ferva o espinafre e esprema-o para eliminar a água.
Corte-o com uma faca afiada para facilitar.
Misturá-lo com a ricota amassada
Adicione o ovo.
Adicione o queijo ralado, sal e pimenta ou noz moscada
Misturar todos os ingredientes.
Pré-aqueça o forno a 180 ° C.
Divida a massa em duas partes.
Crie 2 círculos de 30cm cada um, usando um rolo.
Coloque o primeiro círculo de massa em papel manteiga.
Coloque parte do recheio no centro do círculo e o restante em um outro círculo em volta, como se vê nas fotos.
Cubra-o com o segundo círculo de massa.
Umedeça as bordas e usando um garfo, aperte para fechar as bordas.
Coloque uma pequena tigela sobre o recheio central e aperte com um garfo toda a volta.
Usando uma faca afiada corte as fatias de 3 cm cada.
Vire-os de lado a 90 °.
Asse por 30 minutos em forno pré-aquecido a 180 ° C.
Você pode gostar de ler também...