Skip to main content

Por que quando cai a temperatura a fome aumenta?

No frio nossas necessidades nutricionais mudam, pois precisamos de mais combustível para manter a temperatura em torno dos 36,5°C,  necessitando de mais calorias. Assim que as temperaturas caem, muitas pessoas começam a notar um aumento da fome e da vontade de saborear alimentos quentinhos e, diversas vezes, mais calóricos como queijos e chocolates.

Atenção: isso não significa que é permitido exagerar e comer tudo o que encontrar pela frente! O objetivo nessa época é ingerir alimentos que aumentem a saciedade e contenham mais calorias, porém de fontes boas.

Deste modo, é importante evitar o excesso de alimentos com alto índice glicêmico, como as massas produzidas com farinha branca, o arroz branco e a batata, que são facilmente digeridos, dando fome rapidamente. O ideal é dar preferência a cereais integrais (arroz integral, trigo, aveia e às leguminosas (feijões, grão-de-bico), ricos em vitaminas e minerais e com baixo índice glicêmico, que trazem mais saciedade.

Também é importante, reforçar a ingestão das boas gorduras presentes nas nozes, linhaça, peixes gordurosos e óleos vegetais, como o de oliva (azeite).

O chocolate também é bem-vindo: sempre com moderação, é claro! Os chocolates com maior quantidade de cacau, acima de 70%, são ainda melhores e sua porção média diária é de 30g. Por ser fonte de magnésio e cálcio, podem fazer parte dos lanchinhos durante o dia, assim como os iogurtes, as castanhas e os sanduíches de pães integrais.

É fundamental destacar, porém, que a alimentação precisa ser variada. Frutas, verduras e legumes também devem estar sempre presentes em todas as refeições. Evite repetir as mesmas cores e sabores.

Para completar, a sua dieta de inverno deve conter muita água, que hidrata e ajuda a liberar as substâncias tóxicas do organismo.

Portanto, a dica é se alimentar bem, matando a fome com alimento integrais e gorduras boas, mas sem excessos!

Você pode gostar de ler também...